Colunistas


Personalidades - JOSEF JAN BIESZCZAD

Primeiro fotógrafo de Dom Feliciano
24/01/2020 Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski

Na coluna de hoje estaremos falando do Primeiro Fotógrafo de Dom Feliciano, JOSEF JAN BIESZCZAD. E que além de fotógrafo também foi professor e genro de Francisco Valdomiro Lorenz. E por esta razão teremos nesta coluna muitas fotos de sua família e algumas da Família de Lorenz, para vermos que mesmo sendo preto e branco eram lindas e encantadoras. Josef Jan Bieszczad que era chamado de José Bieszczad, nasceu em Lemberg, na Polônia em 1906 e veio criança de colo para o Brasil, junto com sua mãe, viúva, e seus irmãos mais velhos. Tendo a família se radicado inicialmente em São Mateus, no Paraná, onde já havia uma colônia de poloneses, posteriormente Josef, trabalhou no consulado da Polônia, em Curitiba, até que, por ocasião da segunda guerra, sendo fechado o consulado, dedicou-se a aprender a arte da fotografia, vindo a instalar-se definitivamente na colônia de São Feliciano, onde já estivera antes tendo casado com uma das filhas do professor Francisco Valdomiro Lorenz, chamada Ema Estelita Lorenz. Desse matrimônio nasceram dois filhos, Tales Umberto  e Jandira. Josef  Bieszczad exerceu por vários anos a profissão de fotógrafo em Dom Feliciano, registrando nascimentos, comunhões, festas de aniversários, reuniões, casamentos e falecimentos dos moradores, tendo assim um conhecimento muito grande da população tanto da sede como das linhas, e desenvolvendo laços de amizade com muitas famílias locais. Foi igualmente um genro muito apreciado pelo prof. Lorenz, devido ao seu amor pelos livros e pela sua cultura humanística. Foi também professor de primário nas linhas Matos e Correa Neto não só alfabetizando as crianças, mas ensinando o português, sendo muito estimado pelos pequenos alunos que o recebiam carinhosamente quando já adultos. Nos finais da década de 5O, mudou-se, com a família, para Camaquã, em busca de melhores condições financeiras, passando por outras cidades até morarem por alguns anos junto com o filho, em São Paulo, e por último mudaram-se para Florianópolis, onde já residia a filha Jandira. Ali Josef  Bieszczad veio a falecer, aos 78 anos. Durante todos estes anos em que residiu fora de Dom Feliciano, frequentemente ali retornava, para visitar parentes e amigos, tendo sempre sido profundamente apaixonado pelo lugar. Deixou um grande legado para história do município através de suas fotografias. E uma das riquezas que podemos apreciar é na Casa da Cultura em Dom Feliciano Exposição Permanente A VIDA DAS FAMÍLIAS LORENZ E BIESZCZAD EM DOM FELICIANO, sendo que eu Luciana quando fui Diretora da mesma com o auxílio do filho de Josef, Tales Umberto Bieszczad que fez um trabalho magnifico de resgate da história através de textos escritos por ele e fotos tiradas por seu pai. Passe na Casa da Cultura e visite, vale a pena. E no Blog da Lú (www.lunovinski.blogspot.com), você também encontra informações sobre nosso primeiro fotógrafo. Seremos eternamente gratos  pelo fato de através de imagens ter registrado nossa história. Acompanhe as imagens encantadoras registradas por ele enquanto  aqui esteve. Até nossa próxima coluna.




MAIS DO COLUNISTA

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS