Colunistas


Conheça a história do Santuário de Nossa Senhora de Czestochowa

Antes de Santuário, era denominado “Igreja Matriz Nossa Senhora de Częstochowa”
18/08/2020 Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski

Anterior Próximo

Queridos leitores nesta coluna estarei falando sobre mais um ponto turístico de Dom Feliciano, o SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE CZĘSTOCHOWA, que antes de  Santuário era denominado “Igreja Matriz Nossa Senhora de Częstochowa”. Vamos falar de como tudo era difícil naquela época. Era o ano de 1905, quando Pe. Jan Marek assume como pároco e incentiva a comunidade para construção da Igreja, pois existia uma Capela grande que a comunidade fez logo que chegaram os imigrantes, mas o Santuário que existe atualmente é o que foi idealizado. Ele reuniu a comunidade, e sugeriu dividir os trabalhos por comunidades e anotando quem poderia colaborar.  E no dia 7 de Maio de 1906, uma comissão formada para organizar os trabalhos inicia as obras com abertura das valas para o alicerce da Igreja, em dezembro de 1909 as paredes são levantas e parte da torre é erguida, lembrando que por estar sendo construída com trabalho voluntário da comunidade, era lento o processo. E assim que assumem os Padres Josué Bardin e o Pe. Stefano Stavianowski,  sendo que com o Pe. Stavianowski os trabalhos da construção aceleram, de 1910 à 1914 foi contratado o marceneiro Tomasz Cichowski, para fazer e colocar as janelas, forro, portas e assoalho, e o pedreiro Maciel Lempek rebocou a Igreja nas paredes e o Vicenty Pankowski o reboco da torre, e ainda coordenou a pintura e a vinda da Estátua de Santo Feliciano, e iniciam o altar, que mesmo não estando concluído a Igreja é inaugurada, sendo dia 15 de novembro de 1914, fazendo sua benção o Monsenhor João Cordeiro da Silva.  E em julho de 1917 o Pe. Guala Maria Stys que continuou as obras do Majestoso Altar principal da Igreja, obra prima esculpida pelos marceneiros Alexandre Szostakowski e Narozny, sendo a benção do altar no dia 20 de novembro de 1921. Após muitos anos estar sendo usada pela comunidade em 1981 a Igreja passa por uma grande reforma e ampliação na época coordenada pelo Pe. José Wojnar, restauração do Altar Mor, decoração interna, colocação da cruz metálica de cobre na torre e  confecção dos painéis da Via Sacra e dos Vitrais pelo Artista dos Deuses, ARYSTARCH KASZKUREWICZ, que sem as mãos e a visão do olho esquerdo que perdeu na Guerra na Polônia, esculpiu a Via Sacra e as laterais da entrada do altar, usava as espátulas amarradas aos  punhos para esculpir os painéis,  sendo que no RS, só Dom Feliciano, Erechim e Passo Fundo tem suas obras, por esse motivo ao visitar o Santuário, lembre que o trabalho desse artista extraordinário nós possuímos, onde na ocasião nestes trabalhos teve ajuda de José e João Lasek que o auxiliaram bastante. Mais uma das obras  importantes, foi também a idealização e criação do SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE CZĘSTOCHOWA em 1996, pelo Pároco da época Pe. Ivanor Macieski, pela comemoração do Centenário da Paróquia, sendo que é uma réplica do quadro original da Polônia, com abertura e fechamento do quadro com uma fanfarra, como em seu país de origem, onde a Igreja passou a ser um Santuário Mariano, e a Cerimônia foi na Festa da Padroeira dia 15 de Agosto daquele ano com a celebração presidida pelo  Bispo Stanislaw Stefanek da Polônia  e nosso Bispo Dom Sinésio Bohn, um sonho que tornou-se realidade. Após alguns anos, mais precisamente em agosto de 2016, o atual Pároco Pe. Przemyslaw Tomasz Januszewski, preocupado com a situação do Santuário, que visivelmente se via que não era boa, teve a idéia de fazer uma Reforma Gigantesca, tanto externa, como interna, porém para mesma se precisaria de muito dinheiro, e começou a falar com a  comunidade, sobre o que poderiam fazer, então o Sr. Dionísio Dostatny formou uma Comissão Especial que era assim formada:  Dionísio e Tereza Dostatny, Gilberto e Gilsa Puchalski, Marco e Angela Janovik, Eugênio e Lélia Stelmaszczyk, Francisco e Eliane Dostatny, Jorge e Regina Biedzicki, Paulo Siemionko e Clélia Oliszewski, idealizaram e sugeriram a “Campanha do Mil” com apoio e autorização do Pe. Tomasz . Essa campanha teria duração de um ano e consistia na Doação de Mil reais por família, comércio ou entidade, onde os doadores além de estarem contribuindo com a reforma, teriam seu nome no Livro de Ouro e eram contemplados com a imagem de Nossa Senhora de Czętochowa com nome do Doador inscrito. A Campanha durou exatamente, um ano, encerrando em agosto de 2017, e agradecemos a todos que colaboraram para realização deste projeto, especialmente aos idealizadores que se esforçaram para adquirir o dinheiro necessário, e ao Pe. Tomasz que acompanhou e coordenou o trabalho durante todo tempo, pois ficou magnifico e encantador, pena que agora com a Pandemia os que não conhecem não podem visitar, mas acredito que logo tudo irá passar, temos muita fé em Deus e Nossa Senhora de Częstochowa, nossa Padroeira. Através  das fotos poderão acompanhar as transformações em nosso Santuário. Até nossa próxima coluna!

MAIS DO COLUNISTA

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS