Colunistas


A importância do aquecimento para as atividades físicas ou competições

09/07/2020 Marcelo Tafernaberry Foto: Lelo Fit
Marcelo Tafernaberry - Lelo Fit – Centro de Treinamento
Marcelo Tafernaberry - Lelo Fit – Centro de Treinamento

O aquecimento são exercícios que servem para preparar o corpo para cargas e sobre cargas de treinamentos ou competições. Podem ser feitos com o mínimo de resistência ou até mesmo sem nenhuma resistência. Preparando os músculos, os tendões e aumentando a frequência cardíaca para um nível maior que receberá de sobre carga. O aquecimento que precedem uma competição de preferencia seja específico aos exigidos na competição e seguidos de uma série com ênfase nas exigências do esporte. Em épocas de treinamento também o mais indicado é anteceder o treino com exercícios específicos seguidos de alongamentos. Temos que ressaltar a importância do aquecimento em todos os níveis de atividades físicas sejam em treinamento ou competição, sem esquecer-se do alongamento. Essa prática do aquecimento tem também como objetivo evitar lesões. Atividades como musculação, usando como exemplo, o atleta pode iniciar o aquecimento com pouca carga e várias repetições. Exercitando dessa com pouca ou nenhuma carga o grupamento muscular a ser sobre carregado nos exercícios principais. Em épocas de inverno, no qual se encontramos com temperaturas baixas e de extremo frio é imprescindível aquecer a musculatura e elevar os batimentos cardíacos. Nessas épocas o corpo está despreparado para receber uma sobre carga no inicio de quaisquer atividades físicas. A frequência cardíaca se encontra baixa, os músculos e tendões enrijecidos devido ao frio. Muitos preferem o alongamento como forma de aquecimento. Errado não está, porém, creio que somente o alongamento para preceder uma sobre carga de treino ou de uma competição não sejas o suficiente e acaba sendo irrelevante. Devido que os exercícios de alongamento normalmente levam aos atletas a um estado de relaxamento muscular. Isso sem exigir amplitudes, no caso se exigir um alongamento com grandes amplitudes pode ocasionar um rompimento de fibras muscular, ficamos atento e o Professor deve ter um feeling quando trabalhar seus atletas. O Professor, Personal ou Treinador também tem que levar em consideração a especificidade do esporte quando usar o alongamento como ferramenta de aquecimento. Por esse prisma de especificidade o aquecimento deve ser o mais próximo da realidade a ser vivenciada pelo atleta tanto em épocas de treinamento quanto em competição. Sendo assim o aquecimento devem obedecer algumas regras básicas, entre elas listo algumas:

Obedecer à especificidade do esporte.

Exercícios com pouca ou nenhuma carga.

Ordenar primeiro os exercícios em seguida o alongamento.

Não exigir grandes amplitudes nos alongamentos.

Quando em competição, trabalhar integrado aos exercícios a parte psicológica do atleta para que entre em estado competitivo.

Deixo aqui uma dica que pode ser útil desde um atleta profissional, amador ou um iniciante ao esporte, seja qual for o esporte, não se esqueça do aquecimento.





MAIS DO COLUNISTA

  • 1

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS