Colunistas


Um jogo que contou duas histórias, assim é futebol. Palmeiras 1X2 Grêmio

28/08/2019
Marcelo Tafernaberry - Lelo Fit – Centro de Treinamento
Marcelo Tafernaberry - Lelo Fit – Centro de Treinamento

O futebol é assim mesmo hora está em cima hora está em baixo. Foi um jogo aberto a medida das proporções do que cada equipe buscava em certos momentos. No inicio dava indícios que o Palmeiras, jogando em casa e com a vantagem a seu favor, logo iria liquidar com o Imortal Tricolor. Quando aos 14’ Luiz Adriano abre placar em gol de cobrança de escanteio. Da mesma forma como foi na Arena, o Palmeiras fez seu gol de bola parada. Gol clássico de Felipão que gosta de treinar jogadas de faltas e escanteios. E o Grêmio até esse momento “sofria” para avançar as linhas em direção ao campo ofensivo. Até que numa cobrança de falta, aos 17 minutos Alisson milimetricamente faz um lançamento perfeito para Everton empatar a partida, Weverton goleiro Palmeirense ficou vencido na jogada. Então o Grêmio precisou de mais 4 minutos em jogada de Everton. Costurando pelo meio, entra na área Palmeirense e em bola dividia com o goleiro Weverton que intercepta jogada, que por sinal seria um gol antológico do atacante gremista. A bola sobra caprichosamente para o nome do jogo, Alison empurrar para o fundo da rede e a partir daí começa a outra história. Então a partir desse momento quem tem que correr atrás do resultado é o Palmeiras, mas é o Palmeiras sem os passes de longa distancia e domínio de meio campo do então expulso Felipe Melo. Símbolo do time Palmeirense, jogador que será sempre titular nas equipes de Felipão. E com o placar adverso o Palmeiras tratou de jogar como o Grêmio e o Grêmio por sua vez jogou como o Palmeiras. Assim foi o fim do primeiro tempo, o Grêmio jogando com 8 e as vezes até 10 jogadores atrás da linha da bola. E o Palmeiras empilhando oportunidades, aproveitando que o goleiro Paulo Vitor até o final do primeiro tempo demonstrava certo nervosismo. No segundo tempo o Grêmio fechou o corredor central e não deixou o Palmeiras entrar por dentro. E o Palmeiras que pelo meio insistia mesmo assim conseguiu boas incursões dentro da área gremista. Teve boas oportunidades, mas faltou a competência gremista para as conclusões. Mas, nem por isso o Grêmio se apequenou, saiu quando pode e também teve boas oportunidades com Everton e Pepe. Então méritos ao Imortal Tricolor que agora aguarda o próximo adversário que poderá ter uma semifinal inédita na Libertadores. Tem gente que não acredita em GRENAL. Mas tenho esperança de ver os dois maiores do Sul confirmarem o clássico. 

MAIS DO COLUNISTA

  • 1

FACEBOOK

1

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS