Polícia


“Não mordi forte, mas queria morder de verdade”, diz Diretora de escola suspeita de agredir aluno de 4 anos no RS

Em gravação de áudio encaminhada à família, ela disse que queria conversar com a mãe do menino "porque uma criança assim é complicado trabalhar"
24/06/2022 G1

A Polícia Civil investiga a diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Sadi Fortes, em Tenente Portela, no Norte do Rio Grande do Sul, por supostamente ter agredido um aluno de 4 anos. Ela teria mordido a criança em uma das mãos e teria admitido isso em gravações de áudio encaminhadas à família. O caso aconteceu na terça-feira (21).

“Uma cópia de um dos áudios foi entregue pela mãe da criança na Delegacia de Polícia (DP), nesta quinta-feira (23). Se ficar comprovado que a suspeita agrediu a criança, ela poderá responder por lesão corporal e por crime previsto no Estatuto da Criança e Adolescente”, afirma o delegado Roberto Audino, responsável pelo inquérito instaurado já na quinta (23).

A servidora pública, não quis se manifestar.

O que aconteceu

O caso aconteceu dentro da escola, que fica no bairro Rubino Marroni, na última terça-feira (21). Segundo a mãe do menino, a diretora da instituição encaminhou gravações em áudio para o celular do pai da criança, ao final do dia de aula, por volta das 17h, informando ter dado a mordida e justificando a razão de ter feito isso.

Como o menino fica na casa da avó até a noite devido aos horários de trabalho dos pais, só mais tarde que a mãe viu o menino e começou a pedir esclarecimentos da diretora. Em uma das gravações, a diretora disse o seguinte:

“Com certeza, mãe. Eu, como diretora, não deveria ter feito o que fiz. Não mordi forte, só apertei, como quando a gente brincava, quando criança, de fazer reloginho no amiguinho que estava brincando. Só isso que eu fiz”, dizia na gravação.

“E eu gostaria de fazer mais um registro com a senhora lá na escola. Tá? Me procure em horário de expediente que a gente conversa. Porque uma criança assim é complicado trabalhar, tá? Vou te dizer, bem sinceramente”, termina a gravação.

Ainda conforme a mãe do aluno, a mordida foi forte. O menino teria dito para ela que doeu e que chorou por causa dela.

Deixar um comentário

MAIS NOTÍCIAS

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

nacional gas telefone 2eletrica tyskadj arbrechoAline Rosiak

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS