Colunistas


Relato das Visitas Importantes na Colônia São Feliciano - Parte II

Em 1920, o Vice-Cônsul Pawel Nikodem foi recebido com alegria, visitando as casas de várias famílias de imigrantes e assistiu na Sociedade Progresso, uma belíssima apresentação em sua homenagem.
15/10/2020 Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski
Luciana Terezinha Novinski

Queridos leitores vamos dar continuidade a nossa coluna, relatando mais visitas ilustres que  recebemos na comunidade. Em 1920, o Vice-Cônsul PAWEL NIKODEM foi recebido com alegria, visitando as casas de várias famílias de imigrantes e assistiu na Sociedade Progresso, uma belíssima apresentação em sua homenagem. Visitou escolas na Linha Laurentino Freire, Lopo Neto, Evaristo Teixeira e Felipe Noronha. Á noite foi recebido na residência do Dr. João Schumann. Partiu a cavalo para Mariana Pimentel, visitando no caminho, as famílias Uszacki e Stelmaszczyk, que eram suas amigas, e o conduziram até Cerro Negro. Esta visita alegrou muito a comunidade e isso devemos ao Pe. Stys que fez o convite ao vice-cônsul.continuando as visitas, em 1929 veio  até São Feliciano o SR. RODOLFO PAPLA, responsável pelas escolas polonesas no Brasil. Foi homenageado na Sociedade Progresso, entrando assim em contato com várias crianças de diversas escolas. Acompanhado do Pe. Constantino Zajkowski, andando pelas Sociedades Santo Isidoro, João Câncio, Stanislau Kostka, Marechal Pilsudki, Rei João Sobiecki, Pe. José Poniatowski, Águia Branca, Rei Boleslau Chrobreg. O visitante parabenizou os professores e alunos pelo dedicado trabalho, na busca do conhecimento. Conheceu vários colonos agradecendo-lhes pelo interesse em instalar escolas e enviar os filhos para as mesmas. Reunido com a população na frente da Igreja, falou sobre a situação da Polônia. Durante o almoço oferecido na Sociedade Colonial (Colégio Maria Santíssima), falou da alegria, do orgulho e respeito que tinha em estar participando desse encontro com os agricultores. As crianças lhe prestaram lindas homenagens. Passados alguns anos, para alegria dos imigrantes poloneses, chega a São Feliciano uma visita muito esperada, o Cônsul Polonês EXMO. SR. SOKULSKI, acompanhado do Sr. Rodolfo Papla, uma autoridade educacional. Hospedaram-se no hotel da cidade e no dia seguinte visitaram o povoado e a escola “Adam Czartorycki”, que tinha como diretor Prof. Stefan Sacha, enviado pelo consulado de Curitiba para trabalhar na colônia. Havia grande presença de pessoas, o Cônsul foi recebido pelo Presidente da “ Sociedade Postemp” com pão e sal, a tradição de boas vindas. Em seguida relatou aos irmãos poloneses situação da Polônia, dando-lhes informações e incentivando a continuarem trabalhando aqui. Pela tarde visitaram a escola dirigida pelo prof. José Lempek, e o jantar foi na residência do Sr. José Dull. Em nome dos professores falou o Prof. Sacha citando as dificuldades no Brasil e em São Feliciano, e a luta dos pais para manterem as escolas. Na oportunidade visitaram o Pe. Constantino, além de outras escolas nas linhas. A noite na residência do Sr. Alexandre Szostakowski foi passado um filme mostrando a Polônia atual, o Cônsul que o trouxe, deixando todos muito felizes. Encerramos aqui mais uma parte das visitas importantes, continuando na próxima coluna, até lá!

MAIS DO COLUNISTA

FACEBOOK

NEWSLETTER

Informe seu e-mail e fique por dentro das nossas novidades!

PREVISÃO TEMPO

HORÓSCOPO

COTAÇÃO AGRÍCOLA

INSTAGRAM

PODCASTS